Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009
Ao Acaso

Olhando o mar, eu pensei

Naquilo que vi,no que ouvi,

No meu coração,uma dor senti,

Que toda me arrepiei.

 

Como pode tanta gente,

Ter atitudes tamanhas,

Que não são, senão manhas,

Para serem importantes,

Diante de tanta gente,

Mas depois de bem visto,

Não têm nenhuns valores,

Mas não deixam de ser importantes.

 



publicado por Maria às 15:56
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Fisga a 13 de Agosto de 2009 às 17:17
Olá amiga Maria. belo post . Bela pedrada no charco.
É infelizmente, há dessa semente a rodos, e para ela parece não haver falta de água, germina e cresce por tudo o que é sítio, e sempre com coragem, e garra, para a malfeitoria. Parabéns gostei. beijo Eduardo.


Comentar post

O que sou? O que não sou.Sou como sou.
posts recentes

Blog do meu coração

Canção de Embalar

TXIIIIIIIIIIIIII

Aniversário

Sonhei...Sonhei

OK

?????

Finalmente

Mariana

Quando um homem se põe a ...

links

Ocaso... Ao Acaso...
Ocaso... Ao Acaso...


Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)
online
as minhas fotos
blogs SAPO
subscrever feeds